27 junho|9.30h às 12.00h. Workshop dedicado à arte de criar jardins/hortas familiares de plantas comestíveis e harmoniosos, capazes de produzir alimento para a família e beleza, inspirados nos sistemas florestais naturais e sem uso de venenos. Jardins temáticos e sensoriais inspirados nos padrões da natureza e na criatividade humana.   Os/as participantes terão oportunidade de aprender a construir uma horta familiar em forma de jardim, seguindo os padrões da natureza, a baixo custo e com alta rentabilidade. 
Tendo em conta o aumento de pessoas em situação de desemprego e lay off, o Presidente da Câmara, Nuno Fonseca, solicita ao IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional) e ao CFPIC (Centro Formação Profissional de Industria do Calçado), com instalações no nosso concelho, que apesar do momento menos bom, se aproveite o mesmo para promover programas de formação, para valorização e qualificação de pessoas em situação mais vulnerável de empregabilidade. O edil afirma “que nas adversidades devemos procurar sempre uma janela de oportunidade” reforçando que os Felgueirenses sempre tiveram uma enorme capacidade e de superação.
 
 
O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Felgueiras, hoje, dia 30 de abril, resgatou uma raposa juvenil, no concelho de Felgueiras. Após terem conhecimento que a raposa, que se encontrava desorientada, nas imediações do Estádio Municipal de Felgueiras, e de forma a garantir que a mesma se encontrava bem de saúde, os militares, 
O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial da Lixa, ontem, dia 19 de abril, deteve um homem, de 49 anos, por violência doméstica e posse de armas ilegais, no concelho de Felgueiras. No âmbito de uma denúncia de que estaria a ocorrer uma situação de violência doméstica, a GNR apurou que o suspeito, após uma discussão, agrediu fisicamente a sua mulher, de 42 anos, tendo sido conduzida a uma unidade hospitalar para observações.
No próximo dia 22 de abril comemora-se o Dia Mundial da Terra, assim e na impossibilidade de realizarmos uma caminhada sensorial, o Bem da Terra desafia cada pessoa a viver nesse dia um Momento Sensorial de Ligação com a Terra.  Convidamos todas as pessoas a participar num exercício de (re)ligação com a Terra, uma oportunidade para entrar na
 
1. O Jornal Aberto é o mais antigo meio digital de produção e divulgação de conteúdos informativos e formativos da região do Vale do Sousa e Tâmega, sendo um privilegiado divulgador de informação produzida pelos cidadãos, empresas, associações e instituições. 
 
2. O Jornal Aberto não produz jornalismo, no sentido tradicional do termo, porque, além de outros critérios jornalísticos, não existe a mediação entre a fonte e o jornalista, sendo que o objetivo deste projeto
Tams/in Next Step – projeto de apoio à  internacionalização das Pequenas e Médias Empresas (PME’s), promovido pelo Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS) – será apresentado a 5 de março, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico do Porto (ESTG-IPP), em Felgueiras. 
O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Penafiel, nos dias 19 e 20 de fevereiro, deteve dois homens com 52 e 59 anos, por violência doméstica, nos concelhos de Felgueiras e Amarante, respetivamente.
No âmbito de uma investigação relacionada com violência doméstica os militares apuraram que o suspeito de 52 anos, ao longo de 32 anos de casamento, exercia violência psicológica e abusos sexuais à vítima, sua esposa de 51 anos, que sofre de uma doença
Na minha qualidade de mentora do projeto editorial do livro infantojuvenil "O Sol Não Anda", de José Carlos Pereira (texto), natural e residente em Felgueiras, e de Beatriz Félix, que vai ser lançado no próximo dia 29, pelas 17h30, no Fantasporto, envio nota informativa alusiva.  José Carlos Pereira. O autor da obra “Miguel Sarapintas e o pinto de três patas”, que já tem quatro edições, traz agora à estampa “O Sol Não Anda”, desta vez em coautoria com Beatriz Félix (ilustradora), arquiteta radicada em Inglaterra. 
Entre 15 de fevereiro e 29 de março, a antiga tulha do Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro, em Felgueiras, acolhe uma exposição comemorativa do 430º aniversário do nascimento de Manuel de Faria e Sousa. Natural de Pombeiro, Manuel de Faria e Sousa (1590-1649) foi um notável historiador, poeta, tradutor, biógrafo, polígrafo e artista hábil no desenho à pena. A inauguração desta exposição documental está agendada para o próximo dia 15 de fevereiro, sábado, às 16h30. 
Pág. 1 de 13