21 março

Poema "Acordei para um dia" para assinalar o Dia Mundial da Poesia

Escrito por 
  Um dia que não é dia
  Um dia sem semanas,
  Nem sequer saberei se é dia ou noite
  Só sei que acordei para o viver.
 
  Do nada pensei, como feliz eu era
  Só de ser livre como um pássaro
  Agora, acordo numa jaula e vivo do que os outros me dizem.
   Agora penso, no quanto mau fui comigo mesmo,
   Penso no que podia mudar e no que deveria ter sido mudado.
 
   Penso nas pessoas, sim, as pessoas egoístas que vivem a apunhalar os outros
   Mas agora, agora penso que estamos todos no mesmo barco.
    Penso nos sonhos que ficaram pendentes, penso nas vontades de dizer "amo-te" a alguém mesmo existindo algo em mim a dizer que não posso.
    Penso no quanto eu era injusto para com a vida.
    Reflito nos meus erros, os mesmos que deveria mudar sem sequer pensar em coisas más.
  
   Sinto que acabei de perder a minha vida, a minha felicidade,
   Sinto que deveria ter feito coisas que nunca o fiz,
   Sinto que deveria ter menos medo, sem segredo.
   Sinto que nada sou, que nada serei, mas nunca o temerei.
Mais nesta categoria: « O PLANETA É MULHER!