All for Joomla All for Webmasters
 Sob o mote ‘Le Portugal s’invite à Paris’, a Região do Tâmega e Sousa irá marcar presença na 8ª Edição do ‘Salon de l’Immobilier et du Tourisme Portugais’, que se realiza na Paris Parc Expo – Porte de Versailles de 17 a 19 de maio. Durante três dias, mais de 17.000 visitantes procuram identificar oportunidades e concretizar projetos em Portugal. Uma mostra que convida o público francês a Investir, Residir, Estudar e/ou Visitar o País.   
A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) acolhe, no próximo dia 14, o seminário de disseminação de resultados do projeto N-INVEST – Oferta Qualificada, Diferenciadora e Facilitadora na Captação de Novos Investimentos, promovido pela AEP – Associação Empresarial de Portugal.
A partir de 1 de maio entra em funcionamento o “Passe CIM Tâmega e Sousa”. Trata-se de um sistema tarifário simplificado que se traduz numa redução do custo do passe para os utentes dos transportes públicos rodoviários de passageiros na Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa). Deste modo, os residentes no Tâmega e Sousa e aqueles que, embora não residam, trabalham na região vão pagar menos pelo respetivo passe.
A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) participou ontem, dia 23, na audição pública sobre o Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI 2030), que decorreu na Assembleia da República e que contou com a presença do Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, do Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, do Vice-Presidente da Assembleia da República, Jorge Lacão, do Diretor-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Gonçalo de Freitas Leal, e do Presidente da Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, Hélder Amaral.
A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) vai estar presente na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que começa nesta quarta-feira e prolonga-se até domingo, 17, na FIL – Feira Internacional de Lisboa. Este é já o quinto ano consecutivo de participação da CIM do Tâmega e Sousa naquela que é a mais importante feira nacional do setor turístico.
Na sequência da publicação da Nota Informativa sobre publicidade institucional (Eleição PE 2019), emitida pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), no passado dia 6 de março, a propósito das eleições para o Parlamento Europeu, a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa), conforme deliberado na reunião de 8 de março do Conselho Intermunicipal, já manifestou a sua discordância em relação à mesma junto desta Comissão, bem como da ANMP – Associação Nacional de Municípios Portugueses, da Secretaria de Estado da Administração Local, da Provedoria de Justiça e, ainda, da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias junto da Assembleia da República.
a par das ações de capacitação e de estímulo ao empreendedorismo que tem vindo a desenvolver junto de empresários e empreendedores, a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) tem também agora em curso um programa de sensibilização e apoio ao empreendedorismo jovem – o TâmegaSousa Jovem Empreendedor.
O projeto “DNA – Digital Nomads Adventure”, desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) e pelas Câmara Municipais de Amarante e Baião, bem como pelas Câmara Municipais de Cabeceiras de Basto e Mondim de Basto, foi um dos vencedores da 1.ª edição do Programa ALA+T – Programa Nacional de Qualificação da Administração Local Autárquica para o Turismo, promovido pelo IPDT – Turismo e Consultoria e pelo Turismo de Portugal.
A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa), enquanto Autoridade de Transportes, vai receber 1,8 milhões de euros de apoio do Estado para aplicar em medidas de redução das tarifas dos transportes públicos coletivos da região.
“Um momento enriquecedor, uma troca e partilha de experiências, um painel de oradores do melhor que temos no País, que nos dota de conhecimentos mais profundos para a tomada de decisões mais seguras neste âmbito. Uma grande manhã de trabalho, que espero que se repita nas próximas conferências”.  Foi este o balanço que o Presidente do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa), Armando Mourisco, fez da primeira de um ciclo de quatro conferências subordinado às especificidades jurídicas das entidades intermunicipais e autarquias locais – o Quid Juris, Tâmega e Sousa? –, que decorreu hoje na CIM do Tâmega e Sousa, em Penafiel, e que reuniu mais de uma centena de participantes, entre autarcas, dirigentes e técnicos de municípios e de comunidades intermunicipais da região Norte e da Área Metropolitana do Porto. 
Pág. 1 de 4